fbpx
Dicas

Guia Prático para Cuidar e Conservar suas Roupas por Mais Tempo

Tão importante quanto falar sobre combinações de roupas e tendências é falar também sobre o consumo consciente de moda. Muitas vezes ficamos sobrecarregados com tantas informações e incentivos para comprar coisas novas, e acabamos esquecendo o que já compramos! Se você já comprou algo, nada melhor do que saber como cuidar das suas roupas para que elas durem bastante tempo e seu investimento faça sentido.

Neste post completo, reuni um conjunto de instruções para ajudar a organizar suas roupas, lavar, secar e passar cada peça. Também vou ajudar a entender os símbolos que aparecem nas etiquetas das suas roupas. Vamos lá?!

COMO CUIDAR DAS ROUPAS E ACESSÓRIOS

O primeiro passo é amar as suas roupas! Quando a gente é apaixonada pelas roupas e acessórios que temos isso fica mais fácil. Mas se você ainda não chegou neste estágio de amor real pelo seu armário fique tranquila, isso é um processo e leva tempo mesmo.

Mesmo que você não AME todas as peças que tem é importante que você reconheça o valor da compra. No momento que você comprou provavelmente você gostou e investiu seu dinheiro naquilo. Por isso seu papel agora é fazer esse investimento valer a pena, cuidando de forma adequada e aumentando a vida útil das roupas e acessórios.

COMO ARMAZENAR AS ROUPAS

Reserve uma parte da sua casa para guardar as suas roupas e acessórios. Um armário pequeno, uma cômoda ou um closet, o importante é ter um espaço limpo para colocar as roupas! Cada peça de roupa tem uma especificação mas no geral você pode organizar da seguinte forma:

  • roupas íntimas e pijamas em gavetas
  • camisetas (t-shirts) dobradas em gavetas ou prateleiras
  • camisas sociais e casacos: pendurados em cabides
  • vestidos: pendurados em cabides
  • calças: penduradas ou dobradas, as de tecidos grossos podem ser dobradas sem problemas
  • Saias, shorts: em cabides próprios

COMO LAVAR E PASSAR ROUPAS

O processo de lavar e passar roupas deve ser sempre feito com cuidado. Isso porque existem muitos materiais e tecidos diferentes na composição das peças e cada um exige um certo cuidado. Vamos começar com dicas gerais:

SEPARAR POR CATERGORIAS

Antes de levar o cesto de roupa suja para a máquina de lavar separe as roupas por categorias: roupa de banho (tolhas, roupão, etc), roupa de cama, roupa de vestir, roupas íntimas, etc. Dentro dessas categorias cada uma tem sua especificação, por exemplo, pode ser que você use um ciclo mais pesado de limpeza para as toalhas e as suas roupas de vestir não precisem de uma limpeza assim. Vá adaptando conforme a necessidade.

SEPARAR POR CORES

É essencial que você faça essa separação logo após separar as categorias! Lave roupa branca com roupa branca. Roupa preta com roupa preta. Roupas coloridas ou estampadas com roupas coloridas.

  • Roupa preta não deve secar ao sol, o melhor é secar a sombra para não desbotar.
  • Nenhuma roupa precisa ficar torrando no sol. O ideal é recolher do varal assim que estiverem secas.

ENTENDENDO OS SÍMBOLOS DAS ETIQUETAS DAS ROUPAS

Eu aposto que você cortou muitas das etiquetas internas das suas roupas. Mas saiba que aquelas informações ali valem ouro! Isso mesmo, ali naqueles símbolos que estão os segredos de como cuidar das roupas e conservar por muito mais tempo. Reuni na imagem abaixo os símbolos comuns que encontramos nas etiquetas e o que eles significam na prática.

APRENDA A LER AS ETIQUETAS

QUANTAS VEZES UMA ROUPA PRECISA SER LAVADA?

A pergunta pode parecer boba mas ela é a chave para você evitar a lavagem excessiva das roupas. Roupas íntimas e meias não devem ser reutilizadas sem passar pelo processo de lavagem mas as outras peças podem sim ser usadas mais de 1 vez sem ir para a lavanderia. Um exemplo é a calça jeans, que pode ser usada várias vezes antes de lavar. Então, se você chegou em casa de uma saída rápida, que nem deu tempo de transpirar, minha indicação é você colocar a peça em um cabide e deixar “tomando um ar”, depois de algumas horas você coloca no armário de novo para usar em outra oportunidade.

Você pode repetir a mesma ideia com os sapatos. Ao chegar em casa deixe o sapato “respirar”, coloque um pouco na janela, em uma varanda ou na sua área de serviço, algum lugar que o ar circule. Evitando assim a proliferação de fungos presentes nos sapatos, eles se proliferam em ambiente úmidos e escuros, ou seja, deixar o sapato tomando um ar é a melhor coisa a fazer! Com essa recomendação de deixar o sapato respirar minha dica é, se possível, não usar o mesmo sapato todos os dias. Intercalar os sapatos é uma alternativa.

COMO COLOCAR TUDO EM PRÁTICA?

Eu entendo que a vida é corrida e que muitas vezes não sobra tanto tempo para reparar em todos os detalhes. Mas eu te garanto que essas dicas irão te ajudar a entender melhor as suas roupas e sapatos. E assim cuidar melhor do que você já tem em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − dezessete =